A rede do Tratado para a Proibição Completa dos Testes Nucleares, normalmente usada para buscar testes secretos de armas nucleares, também é usada para outro fim: detectar impactos de asteroides. E este vídeo mostra os dados do que foi registrado desde 2000.

Ao todo, 26 asteroides foram detectados entrando na atmosfera terrestre desde então, e todos eles atingiram o planeta com a energia de ao menos 1 quilotonelada de TNT. Surpreendentemente, isso é dez vezes mais do que esperamos a partir dos modelos existentes da frequência de queda de asteroides. O maior deles foi o meteoro gigante que explodiu sobre Chelyabinsk em 2013. [New Scientist]