“Sonic 2″ chegou arrebetando! Segundo informações do site Variety, a trama faturou US$ 71 milhões (cerca de R$ 333 milhões) em sua estreia nas bilheterias norte-americanas, uma indicação clara de que o público formado por famílias está começando a voltar aos cinemas.

Com isso, o longa atingiu o recorde de melhor estreia para um filme inspirado em videogame no país. Antes, o número pertencia justamente ao primeiro “Sonic: O Filme”, que estreou com US$ 58 milhões nas bilheterias americanas em fevereiro de 2020.

Ao ocupar o primeiro lugar, o filme infantil da Paramount superou “Morbius”, da Sony, e a aventura da Universal dirigida por Michael Bay, “Ambulância: Um Dia de Crime”, que estreou faturando decepcionantes U$ 8 milhões (cerca de R$ 37,5 milhões). No exterior, a sequência de “Sonic” somou US$ 37 milhões de 53 lugares, elevando sua conta internacional para US$ 70 milhões e o total global para US$ 141 milhões.

“Esta é uma estreia excelente”, disse David A. Gross, que dirige a empresa de consultoria cinematográfica Franchise Entertainment Research. “Com críticas sólidas e pontuações de audiência muito boas, ‘Sonic’ terá uma corrida forte.”

Em contrapartida, “Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore” não está encantando tanto o público se comparado a outros filmes ambientados no Mundo Mágico de Harry Potter.

Segundo informações da Variety, o último capítulo da saga, que se passa décadas antes das aventuras de Harry, Ron e Hermione, estreou nas bilheterias internacionais no fim de semana e arrecadou US$ 58 milhões em 22 mercados estrangeiros. Essa é uma queda acentuada em relação a “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”, de 2018, que arrecadou US $ 191 milhões em sua estreia internacional. 

Vale destacar que a sequência foi exibida em 79 países e por isso, a trilogia não terá uma presença tão ampla até o próximo fim de semana, quando “Os Segredos de Dumbledore” chegará a 44 mercados adicionais, incluindo França, Itália, Coréia, Brasil e México, além da América do Norte.

Nas duas primeiras estreias de “Animais Fantásticos”, 75% do faturamento vieram de vendas externas. Por esse motivo, os números de começo mais lentos nas bilheterias internacionais são preocupantes porque, embora “Harry Potter” seja onipresente em todo o mundo, a série sempre foi especialmente popular entre o público estrangeiro. 

“Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore” recebeu a maior estreia na China com US$ 10 milhões, um declínio notável em relação aos antecessores da franquia. Em comparação, “Os Crimes de Grindelwald” estreou com US$ 36 milhões na China e “Animais Fantásticos e Onde Habitam” de 2016 começou com US$ 40 milhões. No entanto, a China está atualmente lutando contra o aumento das taxas de infecção por COVID-19, com cerca de 50% dos cinemas do país atualmente fechados .

Outros territórios de maior bilheteria incluem a Alemanha com US$ 9,4 milhões, o Japão com US$ 8,6 milhões, o Reino Unido com US$ 8 milhões e a Austrália com US$ 3,9 milhões.

Com direção de David Yates, “Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore” tem um orçamento de US$ 200 milhões em sua produção. Criada por JK Rowling, a saga “Animais Fantásticos” conta como prólogo do universo mágico de Harry Potter, porém obteve a menor venda de ingressos para um filme de criação da autora.