Ciência

Verdade ou mito: lavar frutas e legumes remove agrotóxicos?

Spoiler: a lavagem remove agrotóxicos apenas superficialmente; ainda assim, lavar frutas e legumes é essencial
Imagem: Iñigo De la Maza/ Unsplash/ Reprodução

Comer frutas e vegetais é um passo importante para manutenção de uma alimentação saudável, que ajuda a prevenir doenças. Ao mesmo tempo, o Brasil conta com mais de 3 mil agrotóxicos registrados para uso em território nacional — sendo que 49% deste total são considerados altamente perigosos à saúde.

Alguns agrotóxicos são substâncias tão prejudiciais que, quando ingeridas em doses baixas nos alimentos, podem contribuir para um maior risco de doenças cardíacas, cancro ou diabetes tipo 2, por exemplo.

Dessa forma, alguns consumidores buscam maneiras de diminuir os impactos à saúde lavando bem os alimentos. Mas isso é o suficiente?

[produto_amazon1]

Infelizmente, não. Para matar micróbios, a estratégia é muito eficiente. Mas nem sempre vai funcionar quando se quer remover agrotóxicos. 

Em geral, a lavagem só funciona para remover aquelas substâncias superficiais. Assim, é possível eliminar o risco de agrotóxicos que se limitam à parte externa. Contudo, com aqueles que penetram no alimento, isso não acontece.

Mas ainda é necessário higienizar os alimentos por várias razões. Além de ajudar a reduzir os resíduos de agrotóxicos da superfície, a lavagem também remove a sujeira externa dos alimentos, que podem estar contaminados com outras substâncias. 

Como lavar frutas e legumes contra agrotóxicos

Um estudo publicado em 2000 comparou os níveis de agrotóxicos em produtos alimentícios antes e depois de serem lavados. Na pesquisa, eles consideraram diferentes métodos de higienização.

[produto_amazon2]

Entre eles, estavam a lavagem apenas com água corrente por um minuto, com uma mistura de água e sabão e com quatro produtos de lavagem comercializados. 

Como resultado, descobriram que apenas os produtos não lavados de nenhuma das maneiras apresentavam níveis visivelmente mais elevados de resíduos de agrotóxicos. Dessa forma, concluíram que lavar frutas e legumes apenas a água corrente já era suficiente para remover alguns dos pesticidas.

Em geral, isso deve bastar para legumes e frutas. Para folhas, o Ministério da Saúde recomenda ainda o uso de uma solução para deixar o alimento de molho. Veja abaixo as instruções de preparo dadas pelo ministério.

Use água sanitária (sem alvejante e perfume) com 1% de hipoclorito de sódio ou hipoclorito de sódio a 1%. Dilua 2 colheres de sopa para cada litro de água.

Se a sua água sanitária (sem alvejante e perfume) for com 2,5% de hipoclorito de sódio ou hipoclorito de sódio a 2,5%, dilua 1 colher de sopa para cada litro de água. É sempre importante conferir as instruções do fabricante. 

Ainda, se você está preocupado com os agrotóxicos que permanecem em seus alimentos, há produtos orgânicos, que são cultivados livres de pesticidas sintéticos.

Bárbara Giovani

Bárbara Giovani

Jornalista de ciência que também ama música e cinema. Já publicou na Agência Bori e participa do podcast Prato de Ciência.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas