Charles O’Rear é o fotógrafo que capturou Bliss, a imagem que se tornou o papel de parede padrão do Windows XP em 2001. Bilhões de pessoas viram essa foto, e provavelmente acham que ela é gerada por computador – ou pelo menos photoshopada – por ser tão perfeita e colorida. O’Rear diz, no entanto, que este não é o caso.

No vídeo abaixo, o ex-fotógrafo da National Geographic explica como tirou a famosa foto:

Tem uma época do ano aqui no norte de San Francisco, depois que recebemos as chuvas, [quando] a grama fica verde, e eu sei que as chances de encontrar belas colinas são muito boas. Eu fiquei mais preparado e mais alerta… Toda sexta à tarde, eu visitava minha namorada perto de San Francisco. Num dia em particular, em janeiro, enquanto eu dirigia por uma estrada no campo, lá estava! Meu Deus, a grama está perfeita, o sol está brilhando… talvez não houvesse nuvens no céu, mas até eu estacionar e ajustar a câmera, as nuvens chegaram.

O lugar é real, e as cores talvez estejam mais acentuadas porque O’Rear usou um filme Fujifilm especial, junto à lendária câmera analógica Mamiya RZ67, apoiada em um tripé na estrada.

Mas ele jura que não houve retoques no computador: apenas uma combinação incrível de lugar certo, hora certa e cores vivas. O fotógrafo acredita que, se tivesse feito a foto com uma câmera DSLR profissional, o resultado não teria sido o mesmo.

A foto foi tirada em Sonoma County, na Califórnia (EUA), em 24 junho de 1996. Desde então, o local mudou bastante e se tornou um vinhedo, como você pode ver abaixo no Street View:

O vídeo, feito pela Microsoft, é mais um lembrete de que a era do Windows XP chegou ao fim: a empresa não dará mais suporte nem atualizações ao sistema, o que pode torná-lo bastante vulnerável. Saiba mais aqui.