A Olympus tem um sistema de estabilização de imagem de 5 eixos que é um dos melhores no mercado. O sistema permite que você tire fotos utilizáveis em condições nas quais os resultados seriam terrivelmente instáveis. Este vídeo mostra como a câmera faz esse truque de mágica – e é hipnotizante.

A estabilização de imagem em câmeras como a Olympus OM-D E-M5 II usa um sistema com deslocamento de sensor. Ou seja, ele funciona ajustando a posição do sensor em relação ao movimento da câmera.

A estabilização é feita na própria câmera, não na lente. É por isso que Fredrik Gløckner – o criador deste vídeo – notou que as imagens saem mais nítidas que em ouras câmeras, mesmo usando uma lente comprida.

Fredrik removeu a lente para observar diretamente o sensor e ver como ele se move durante a gravação de um vídeo. O sensor levita magneticamente usando um ímã e uma bobina, para compensar os movimentos da sua mão.

Ele deixou a distância focal ajustada em 15 mm. Se for maior, o sensor se move mais rapidamente, como você pode conferir abaixo – ele me faz lembrar do Wheatley, a esfera de inteligência artificial do jogo Portal 2.

Observe. Suas mãos trêmulas não são páreo para este sensor. [Micro 4/3rds Photography via PetaPixel]