Estalar os dedos causa algum risco à saúde? Por muito tempo, circula o mito de que isso causa artrite. Mas será que isso é apenas uma história que a mãe de alguém contou para conter esse hábito?

Se você costuma estalar os dedos e articulações, não tenha medo: a ciência está do seu lado, na maior parte. Esse hábito provavelmente fará pouco mais do que irritar seus entes queridos e colegas de trabalho que precisam estar perto de você durante o dia todo.

O Vox explica por que as suas articulações estalam:

Dentro das juntas, há um espaço preenchido com o fluido sinovial, que reduz o atrito nas articulações quando você se move. O fluido funciona como um lubrificante e contém gases (oxigênio, nitrogênio e dióxido de carbono).

Quando você estala uma articulação, você estica o espaço entre os ossos. Esse espaço em expansão cria uma pressão negativa, como um vácuo, que suga o líquido sinovial para o espaço estendido. Isso forma bolhas, e você ouve essas bolhas estourarem.

Por isso, você precisa esperar cerca de vinte minutos para estalar os dedos de novo: os gases retornarão ao fluido, e o processo poderá se repetir. Quanto mais você faz isso, mais frouxa – e mais fácil de estalar – fica a articulação.

Só que isso não causa artrite ou coisa parecida. Na verdade, em um estudo de 2010 com 215 pessoas, descobriu-se que quem não estalava os dedos tinha taxas levemente mais altas de artrite. Isso significa que você deveria estalar os dedos para evitar a doença? Não: o estudo descobriu que isso não é um fator relevante para o desenvolvimento de artrite.

O caso mais emblemático é de Donald Unger, que adotou o hábito de estalar os dedos por sessenta anos – mas só na mão esquerda. Ele não desenvolveu artrite em nenhuma das mãos. Ele ganhou um prêmio Ig Nobel de Medicina pelo experimento; o prêmio é dado a “conquistas que primeiro fazem você RIR, depois fazem PENSAR”, segundo o site oficial.

Existe, no entanto, um estudo de 1990 com 300 pessoas que concluiu: quem estala as juntas durante um longo período de tempo pode sofrer com inchaço na mão e perder força de preensão manual – mas não houve uma nova pesquisa para confirmar ou questionar isso.

O Hospital Israelita Albert Einstein, por sua vez, explica que “não existem dados suficientes que indiquem malefícios no hábito de estalar os dedos, mas tudo o que é exagerado pode trazer consequências negativas”.

Você vai continuar a estalar os dedos, ou está com medo desse hábito? Bem, se você ainda não se decidiu, pode fazer como Donald Unger e estalar uma só mão para o resto da vida e ver o que acontece. [Vox]

Foto por Jaysin Trevino/Flickr