Cientistas japoneses conseguiram criar um vidro que é tão forte quando aço. A equipe, do Instituto de Ciência Industrial da Universidade de Tóquio, publicou o estudo sobre o vidro na revista Nature.

O ingrediente secreto para fazer um vidro tão duro é a alumina. Trata-se um óxido de alumínio, que ao ser misturado com dióxido de sílica deixa o vidro mais forte. O problema é que, nas tentativas anteriores, o uso da alumina causou uma mistura que cristalizava muito rápido dentro de um recipiente, o que impedia a formação do vidro.

A equipe de Tóquio, então, criou um método de fazer vidro que não precisa de um recipiente: eles usam gás para impulsionar a mistura química dos componentes no ar, onde eles podem ser sintetizados juntos. O resultado? Um vidro transparente composto por 50% de alumina, e com módulo de elasticidade que se aproxima do aço e ferro (isto mede a rigidez e elasticidade em sólidos).

O uso prático da tecnologia é vasto, pois o estudo ressalta que o vidro de alumina feito via levitação aerodinâmica pode permitir a criação de produtos muito finos, leves e com ótimas propriedades ópticas.

A habilidade de fazer um vidro superforte pode levar a uma nova geração de janelas de prédio e de carros. Imagine só os benefícios para telas de eletrônicos, como tablets, computadores e smartphones. “Nossa ideia é tentar comercializar a técnica em cinco anos”, disse Atsunobu Masuno, da Universidade de Tóquio, ao jornal Asahi Shimbun. Não vemos a hora de isso virar realidade.

[Universidade de Tóquio e Nature via Asahi Shimbun]

Foto por Heartlover1717/Flickr