Pode confessar: assim que chegou no Orkut, você foi atrás de homônimos. Eu também. Procurar pessoas que têm o mesmo nome que você, talvez para comparar personalidade e popularidade (eu chamo os meus dois homônimos de "impostores") é um impulso natural inexplicável. Que teve um desfecho diferente e interessante no Facebook. Quando a universitária Kelly Hildebrand, 20 anos, de Palm Beach, Flórida (EUA) encontrou Kelly Hildebrand, funcionário de uma funanciadora no Texas, de 23, no Facebook, em uma foto sem camisa. Ela o achou "uma gracinha". E…

Eles estão namorando! Em entrevista à NBC, ela disse que só foi atrás do Kelly por curiosidade, para dar um "oi". Do primeiro scrap ao primeiro encontro foram apenas 3 semanas – isso porque eles moram bem longe um do outro. Ou moravam. O Kelly foi à Flórida e, depois de 3 meses de namoro, eles vão se casar. Que as redes sociais têm poderes de unir pessoas, não há dúvidas. Mas fazer duas pessoas com o mesmo nome casarem é algo bem raro. E engraçado. 

Talvez não tão engraçado quanto a única inconveniência que os dois dizem ter. Em entrevista, disseram que o quando recebem correspondência precisam abrir cartas para ver quem é o destinatário. Ainda bem que as cartas estão morrendo. =) [via G1]