Quando o Tidal ressurgiu no mercado, o streaming de alta qualidade não era a única arma para rivalizar com os concorrentes. O serviço também oferecia um vasto catálogo de vídeos, que incluam clipes, shows e entrevistas. Olhando para essa seção de conteúdo, a Vivo lançou no Brasil o WatchMusic, serviço de streaming de vídeos musicais com características bem semelhantes àquelas oferecidos pela empresa de Jay-Z. O diferencial são os conteúdos e parcerias locais, e o fato de oferecer apenas vídeos a um preço não tão alto.

• Como funciona o modo offline do Looke, o concorrente brasileiro do Netflix
• Daily Mix do Spotify é uma playlist diária que reúne as músicas que você mais ouve
• Deezer lança plano familiar de R$ 22,35/mês para até 6 pessoas

Segundo a Vivo, o WatchMusic irá oferecer conteúdos inéditos como sessões especiais com os artistas, entrevistas, making of, programação “WatchMusic Moments” e transmissão de shows ao vivo. Embora seja um serviço de streaming de vídeos, o usuário poderá escolher por aproveitar apenas o áudio dos conteúdos e usar o smartphone normalmente enquanto toca a música.

Há muitas características dos serviços convencionais de streaming de música. Uma delas é a criação de playlists com recomendações personalizadas de acordo com o perfil do usuário, similar ao que o Spotify faz. Serão oferecidas também playlists com curadoria especial, como uma seleção de clipes com com imagens psicodélicas e excêntricas ou de vídeos musicais de diretores premiados.

watchmusic-2

Assinantes podem baixar os vídeos para assisti-los offline e existe uma opção para definir manualmente a qualidade do áudio e do vídeo, seja para economizar dados ou para ocupar menos espaço na memória do celular.

A Vivo não revelou o tamanho do acervo disponível, mas afirma que há conteúdos milhares de artistas, entre eles Ivete Sangalo, Drake, Ariana Grande, Luan Santana, Sam Smith, Simone & Simaria, Zeca Pagodinho, Projota, Tiago Iorc, Jorge & Mateus e Gusttavo Lima.

O serviço é exclusividade para clientes móveis da Vivo. Os aplicativos estão disponíveis para smartphones e tablets Android e iOS. A assinatura custa R$ 12,90 por mês, com 30 dias grátis, ou R$ 3,99 por semana, com sete dias iniciais gratuitos.