Você já parou para pensar há quanto tempo a água existe no Universo? Uma pesquisa feita por cientistas da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, pode ajudar a responder essa questão.

De acordo com os pesquisadores, a substância é muito mais antiga do que imaginamos. Para ter uma noção, a equipe foi capaz de detectar sinais de água e monóxido de carbono em uma galáxia a 12.880 bilhões de anos-luz da Terra. 

Isso sugere que a água já existia quando o Universo era apenas um recém nascido, com 780 milhões de anos. Estima-se que ele tenha hoje quase 14 bilhões de anos. 

A galáxia em questão recebe o nome de SPT0311-58. Ela é super massiva e parece ser o produto de duas galáxias que, há mais de 12 bilhões de anos, estavam prestes a colidir. 

As detecções foram feitas a partir do ALMA (Atacama Large Millimeter Array), um observatório localizado no Deserto do Atacama, no Chile. Os cientistas identificaram a presença de água na galáxia a partir da análise da poeira cósmica. 

A poeira cósmica absorve a radiação ultravioleta das estrelas e a reemite como fótons infravermelhos, estimulando as moléculas e provocando uma emissão de água que os cientistas conseguem enxergar.

O estudo, publicado no The Astrophysical Journal, sugere ainda que a água se formou ao mesmo tempo em que surgiram os primeiros elementos pesados. Estes, por sua vez, são criados no centro de estrelas a partir da fusão nuclear. 

Além disso, a água e o monóxido de carbono são substâncias químicas essenciais para a existência de vida. Ter eles presentes nos primórdios do Universo é extremamente significativo.