Durante anos, astrônomos de todo o mundo coçavam coletivamente as suas cabeças frente ao fato de que o nosso sistema solar está cruzando uma nuvem de inferno interestelar. Uma que nem deveria estar lá. Trama intergaláctica para nos manter isolados do resto do universo ou apenas um fato cósmico sem maior significado? A Voyager descobriu a resposta.

Usando dados da Voyager, nós descobrimos um forte campo magnético ao redor do sistema solar. Este campo magnético mantém a nuvem interestelar unida e é a resposta para o antigo enigma da sua própria existência. 

A nuvem é muito mais magnetizada do que se supunha. Este campo magnético pode fornecer a pressão extra que é necessária para resistir à destruição. 

Isto é o que diz Merav Opher, Investigador Heliofisicista Convidado da NASA (isso é que é título, hein?), na edição de 24 de dezembro da Nature. Eu tendo a acreditar mais na hipótese de uma trama intergaláctica para manter o nosso mundo primitivo isolado da Federação das Civilizações Avançadas.

Irônico é como a coisa funciona. O campo magnético da Terra e a nossa atmosfera nos protegem do campo magnético e da radiação do Sol, mas é justamente esse campo magnético do Sol, junto com os ventos solares, que nos protegem do campo magnético da tal nuvem. A minha pergunta é: quem protege a nuvem? [NASA]