A comunidade do torrent dá adeus a mais uma vítima. No caso, agora é o What.CD, um rastreador de torrents de música e sucessor do Oink’s Pink Place, que foi tirado do ar por autoridades francesas após quase uma década de atividade. Todos os 12 servidores operados pelo What.CD foram apreendidos, que tinha cerca de 3 milhões de torrents, segundo o Zataz.

O torrent ativo mais antigo do mundo ainda está sendo compartilhado após 4.420 dias
Buscador Torrentz encerra as atividades sem dar muita explicação aos usuários

Músicas disponíveis ilegalmente na internet existem desde que as pessoas começaram a ter acesso à banda larga. No entanto, uma característica do What.CD era sua obsessão. Usuários do site não só buscavam por materiais raros que não estavam disponíveis para compra, mas também organizavam os arquivos por ano, gênero, bitrate e uma série de parâmetros, que o faziam ser uma espécie de Wikipedia para nerds musicais.

O aspecto de comunidade do What.CD era especialmente impressionante. Posts no fórum explicavam aos membros as melhores formas de manter uma relação positiva de upload/download e como adicionar de forma apropriada rastreadores no site. O nível de precisão esperada pela comunidade era inspiradora, porém ilegal.

whatcd-2

Visitantes que tentavam acessar a página encontravam a seguinte mensagem:

Em função de alguns eventos recentes, o What.CD está saindo do ar. Nós não devemos retornar no futuro da forma como éramos. Todo o site e dados de usuários serão destruídos. Até mais, e obrigado pelos peixes.

Como nota o The Verge, este texto da série de livros “O Guia do Mochileiro das Galáxias” também foi usado quando o Oink’s Pink Palace saiu do ar em 2007.

Apesar de a mensagem dizer que os servidores foram destruídos, ex-membros do fórum começaram a espalhar mensagens em chats IRC para evitarem ser incriminados. “Parem de usar torrents, ou deletem de seus arquivos do seu cliente [de torrent], se você quiser ter algum tipo de proteção extra”, disse um usuário identificado como turncoat. “Apenas parar os torrents ainda faz com que sejam vistos por rastreadores, enquanto a exclusão de arquivos faz com que eles não tenham mais propósito.”

A saída repentina do site do ar também fez com que o rastreador de games GazelleGames também parasse de funcionar até segunda ordem.

“Nós podemos reconstruir, podemos fazer outro”, postou o usuário velzerat no Reddit em uma sequência de mensagens sobre a operação que fechou o What.CD. “Conforme as pessoas têm acesso aos dados e os meios para movê-los, a informação continua lá. Se mantenham esperançosos e organizados.”

Infelizmente, o What.CD é mais uma vítima do esforço de derrubar comunidades de torrents com poucos operadores — privados ou públicos — ainda em funcionamento.

[Zataz, The Verge]