O Windows 10 está ficando cada vez mais poluído com publicidade. Ou, como a Microsoft prefere dizer, “dicas”. Primeiro, elas apareceram na tela de bloqueio do sistema, depois começaram a mostrar notificações direto na barra de tarefas, e agora é a vez do Explorador de Arquivos.

• A Microsoft pode finalmente acabar com as atualizações automáticas do Windows 10
• Estamos entrando numa nova era dos dispositivos Windows com a compatibilidade ARM

Nas últimas semanas, alguns usuários têm reclamado no Twitter sobre uma notificação do OneDrive no Explorador de Arquivos que oferece uma oferta de assinatura do Office 365, que dá direito a 1TB de armazenamento na nuvem, por US$ 6,99 por mês. No Brasil, esse pacote custa R$ 239 por ano. É possível dispensar o aviso, mas ele pode aparecer novamente em outro momento.

file_explorer_ads

Não é a primeira vez que a Microsoft oferece “dicas” dentro do sistema. Há meses que é exibida, direto na barra de tarefas, uma sugestão para o usuário alternar para o Edge ao usar o Chrome, ou instalar a extensão Personal Shopping Assistant, disponível apenas nos EUA. Quando a companhia fez aquele teste de desempenho sobre autonomia de bateria, comparando os dois navegadores, algumas pessoas receberam alertas com essa sugestão.

O problema é que esse anúncio do Office 365 é bem menos sutil. Além disso, não é possível gerenciar a exibição do mesmo modo que outras publicidades no sistema. Se você não quiser ver esse banner, é preciso ir em Exibir > Opções > Alterar opções de pasta e pesquisa > Modo de Exibição e desmarcar a caixa “Mostrar notificações do provedor de sincronização”.

[Extreme Tech, The Verge]