Começar a assistir um vídeo no YouTube poderá ser mais irritante. Basicamente, o serviço está testando reproduzir não uma, mas duas propagandas antes de começar o vídeo.

A estratégia da plataforma é tornar a experiência “mais agradável”. Isso porque a reprodução de dois anúncios diminuiria a quantidade de interrupções em vídeos para a exibição de novas propagandas. Você já deve ter reparado que, especialmente em vídeos mais longos, o conteúdo pode ser interrompido para a publicidade.

• YouTube estreia streaming de música por R$ 16,90; novo YouTube Premium corta propaganda em vídeos por R$ 20,90

O teste tem sido chamado de “ad pods” (ou cápsulas de anúncios, em tradução livre). Segundo o YouTube, o monitoramento dos usuários sugeriu que os espectadores são “bem sensíveis em relação a frequência de pausas para anúncios, especialmente durante sessões mais longas”. A solução para esse problema é colocar duas propagandas logo de cara, que podem ser puladas depois dos cinco segundos.

Este vídeo, apesar da baixa qualidade, mostra como funciona:

A companhia sugere que os “ad pods” diminuiriam em 40% as interrupções.

Os primeiros testes mostraram também que os anunciantes irão se beneficiar, já que as taxas de abandono de conteúdo foram menores e a taxa de visualização de publicidade foi maior.

Esse modelo de publicidade está sendo testado apenas nos desktops por enquanto. A expectativa é que em 2019 a dupla de propagandas apareça nos celulares e nas TVs.

“Irritar os usuários” com mais publicidade pode alavancar também o YouTube Premium. O serviço custa R$ 20,90 mensais, corta todas as propagandas e inclui acesso ao YouTube Music – o app de streaming de música do Google.

[Google]