Seus sonhos de acessar os sites AngelinaJolie.xxx, Beyonce.xxx ou BarackObama.xxx acabaram de sofrer um revés: estes e outros nomes foram excluídos do domínio .xxx pelo registro oficial de domínios ICM Registry. A lista de gente importante é longa, talvez chegando aos milhares.

Na verdade, a ICM diz ter bloqueado 15.000 domínios .xxx, e não apenas de celebridades: alguns domínios que poderiam ser ofensivos, como de cidades ou figuras religiosas, como Maomé, não podem ser registrados. Eles também travaram nomes “premium” que a empresa quer vender depois em leilão.

As celebridades incluem políticos como Sarah Palin (acima?) e Barack Obama, cantoras como Beyoncé e Lady Gaga, ou atores como Angelina Jolie e Brad Pitt. Mesmo celebridades mortas estão na lista, como Amy Winehouse e Marilyn Monroe – ou celebridades que voltaram a seu planeta natal depois de uma estadia na Terra, como Elvis Presley.

A lista não para em celebridades potencialmente sensuais. Ela também inclui abominações como Osama bin Laden e Justin Bieber.

A ICM Registry planeja cobrar a mais de outras empresas. Enquanto pessoas físicas podem registrar seus domínios por US$100, empresas que quiserem ver seu nome excluído desse bairro da luz vermelha na internet terão que pagar de US$200 a US$650. Boa jogada, ICM, boa jogada. [The Register via Slashdot]