Pela explicação em inglês engraçado do carinha aí em cima, o Joikuboost fará tudo o que o Joikuspot faz, além de permitir juntar o poder 3G de vários smartphones da Nokia para criar um hotspot com velocidade melhor. Sabe quando os caça-fantasmas cruzam os raios para criar uma corrente para prender os fantasmas ainda mais forte? É tipo isso. Deve ser legal na Finlândia: juntar vários E72, que tem capacidade de 10.2 Mbps de download, deve criar uma rede realmente rápida por lá. Aqui no Brasil, onde a rede de internet móvel dificilmente passa de 1 Mbps a preço absurdo, não faz muito sentido. Mas é uma tecnologia bem promissora e interessante, especialmente quando o Edge não dá conta.

História engraçada: da última vez que cobri um negócio na Câmara dos Deputados, a rede Wi-Fi gratuita lá não estava funcionando na sala da Comissão de Tecnologia, Informática, Comunicação e etc. Irônico, não? Eu havia acabado de comprar meu Joikuspot premium, que permite mais computadores ligados no hotspot, e resolvi usá-lo. Ainda não tinha mexido nas configurações para deixar a rede com senha, e fui navegando normalmente. Até perceber que a minha conexão começou a ficar lenta. Dois jornalistas e 2 deputados navegavam na minha conexão. Ladrões. De rede, ao menos.

Enquanto o Joikuboost não sai do beta, quem tem um smartphone da Nokia deve comprar o Joikuspot, ou ao menos experimentar o Joikuspot light. É muito bom não precisar de fios ou programas pré-instalados para usar seu celular como modem – o negocinho já salvou minha vida algumas vezes, como na viagem deste último feriado. Vale a pena.

[Daily Mobile via Rodrigo Toledo]