Seria justo falar que a as assistentes digitais de voz eram a grande novidade há alguns anos. Agora, esse espaço consiste no avanço incremental realizado por empresas enormes, que se esforçam em fazer os consumidores confiar nas inteligências artificiais que já conhecem: Siri, Cortana, Alexa e o Assistente minerador de dados sem nome do Google.

• As tecnologias mais legais para idosos que encontramos na CES 2018
• A LG cumpriu sua promessa e mostrou uma TV OLED retrátil de 65 polegadas

A probabilidade de um novo competidor jogar esses outros assistentes de voz para fora do ringue é muito, mas muito baixa. Mas nunca subestime a LG, amigos. Sua criação, batizada de CLOi (se pronuncia Chloe) está muito além dos produtos convencionais disponíveis no mercado, daqueles que respondem as suas perguntas.

Conforme indicado na apresentação da LG na CES, a programação da CLOi permite uma execução seletiva das tarefas, algo bem parecido com uma criança humana real. E sua principal preocupação era não ser tratada como um enfeite só para deixar um executivo sem graça.

Aqui estão algumas das coisas que o vice-presidente de marketing da LG, David VanderWaal, perguntou para a CLOi e que ela simplesmente não teve paciência o suficiente para responder:

“CLOi, o ciclo de lavagem de roupas já terminou?”

“CLOi, qual é o jantar desta noite?”

“CLOi, você está falando comigo ainda? Quais receitas eu poderia fazer com frango?”

Bom para você, CLOi.

Quando VanderWaal revelou três robôs em formato de um tubo gigante com a CLOi incorporada – um robô para compras, outro para carregar bagagens e outro para servir comida –, pediu para que um deles servisse o café da manhã. Em vez de comida, foi servido um nutritivo jornal. “Vá se ferrar”, provavelmente pensou um dos robôs revoltados.

Me diga, a Alexa consegue ser tão sarcástica? O Google alguma vez na vida colocaria você em seu lugar por fazer exigências injustificadas, como perguntar sobre o que tem na sua própria geladeira? Nem pensar.

Nos rejubilamos esses avanços iguais a CLOi, uma parceira ousada e silenciosa na maior parte do tempo e que fará parte do futuro que desejamos viver.