Antes da CES 2018 abrir para os entusiastas do mundo da tecnologia, e antes de empresas gigantes como Sony, Samsung e LG revelarem seus produtos, nós demos uma olhada nas principais tendências da feira de tecnologia em um evento chamado CES:Unveiled. O legal do que vimos é que os millenials foram totalmente deixados de lado, pois os melhores gadgets que encontramos foram planejados para idosos.

Conheça a mais nova concorrente da Tesla no mundo dos veículos elétricos
A LG cumpriu sua promessa e mostrou uma TV OLED retrátil de 65 polegadas

A segurança de nossos avós vai ser levada bastante a sério, se depender do CES: Unveiled. Lá foram mostrados diversos dispositivos que prometem pelo menos um pouco mais de sossego para cuidadores. Abaixo, selecionamos os que mais curtimos:

Monitorando quedas dos velhinhos

Uma startup francesa chamada E-vone criou uma linha personalizada de tênis com uma série de sensores, incluindo um acelerômetro, um sensor de pressão, um giroscópio e um GPS. Todos estes dispositivos servem para detectar quedas e notificar amigos e a família sobre um possível acidente.

Graças a um chip de telefonia embutido, não é necessário ter uma conexão com um smartphone para alertar alguém quando e onde uma queda ocorreu. Os sapatos têm preço sugerido que variam entre US$ 100 (cerca de R$ 325) e US$ 150 (aproximadamente R$ 187) e ainda é necessário assinar um serviço que custa US$ 20/mês (quase R$ 65).

Reduzindo riscos com quedas

Este vestível chamado Hip’Air conta com airbags escondidos nos dois lados de um cinto especial. Usando um giroscópio e um acelerômetro, os airbags automaticamente inflam em menos de 0,08 segundo quando o movimento de queda é detectado, fazendo com que seja reduzido o impacto e o risco de ossos quebrados ou de outras possíveis lesões.

Transportando idosos com segurança

Ainda que o Hip’Air não estará disponível até o fim deste ano, durante este período, uma das formas mais eficientes de salvar idosos de lesões envolvendo quedas pode ser o Whill Model Ci, que custa US$ 4.000 (quase R$ 13 mil no câmbio atual). Ele consiste em um veículo elétrico para transportar velhinhos com uma impressionante manobrabilidade. O equipamento atinge uma velocidade máxima de 8 km/h, tem uma autonomia de 16 km e pode ser dobrável para ser facilmente posicionado em um porta-malas.

No entanto, o melhor recurso do veículo é o conjunto de rodas dianteiras que se movimentam de foram efetiva sem precisar girar. As rodas são feitas de um material distinto que se move para frente ou para os lados. E tudo isso é controlado com um joystick ou por um aplicativo para smartphone.

Máquina de dobrar roupas

Como a nossa nação de idosos já trabalhou para caramba e precisa de algum descanso durante a aposentadoria, nós também ficamos bem empolgados com a última versão da FoldiMate. Você não conseguirá ter acesso a uma até 2019, mas ela pode automaticamente dobrar diferentes tipos de roupa — de camisas com botão a fronhas. Tudo que você precisa é estar perto da máquina e ir colocando peça por peça nela. Talvez não economize todo o tempo que a empresa sugere, mas pelo menos vai manter os velhinhos longe de problemas. O preço sugerido pelo equipamento fica na casa dos US$ 1.000 (aproximadamente R$ 3.244).