Este ano, o Google parece estar determinado em resolver a fragmentação do Android: com a próxima versão, o Ice Cream Sandwich, as fabricantes terão a obrigação de atualizar os aparelhos. Mas e quem estiver numa versão anterior do Android? Você pode contar com diferentes versões de um mesmo app, dependendo de qual aparelho – modelo, resolução de tela e versão do Android – você usa.

O Google agora permite que os desenvolvedores enviem diversos APKs para o Market usando o mesmo título de app. Ou seja, você não precisa caçar a versão “Lite” de um app para celulares menos potentes, ou a versão “HD” para tablets, por exemplo: todas as versões estarão reunidas sob um só nome. E o melhor: o usuário não vai saber que está baixando uma versão diferente do app, otimizada para seu aparelho – para você, é só baixar e instalar.

Isso resolve um problema exemplificado pelo navegador Opera: o app tem 10,5MB, mas ocupa 20,7MB no seu celular. Por quê? Porque ele inclui a versão para processadores ARM7 e para ARM5, mais antigo. Com a novidade no Market, o Opera poderia oferecer versões específicas para cada tipo de processador, reduzindo o tamanho do arquivo e sem alterar a experiência do usuário. É uma boa novidade, e espero que os desenvolvedores a utilizem para reduzir a fragmentação. [Android Developers Blog via Engadget]