A apneia do sono é um problema de saúde que obstrui as vias respiratórias enquanto você dorme. Ela afeta pelo menos 1% da população mundial – especialmente homens – e aumenta o risco de ataques cardíacos e AVCs. O tratamento mais comum é usar uma máscara de ar enquanto você dorme, tão desconfortável que muitos pacientes a abandonam.

Agora, uma pesquisa no New England Journal of Medicine mostra que um implante eletrônico, semelhante a um marca-passo, pode reduzir os sintomas em cerca de 70%, estimulando diretamente os músculos da garganta para manter as vias aéreas abertas durante o sono. É como um piloto automático para a respiração.

Assim como um marca-passo para o coração, o dispositivo de apneia é implantado sob a pele do peito. Um sensor colocado entre a quarta e quinta costelas monitora os padrões de respiração, enviando um sinal para o nervo hipoglosso a cada respiração.

O sinal nervoso estimula o músculo na parte posterior da língua, mantendo a passagem de ar aberta e permitindo a respiração normal. Os pacientes usam um controle remoto para ligar o dispositivo na hora de dormir, e para desligá-lo quando se levantam.

Em um estudo de doze meses, envolvendo 126 pacientes equipados com o dispositivo, ele reduziu em cerca de 70% o número de vezes que os pacientes interrompiam ou diminuíam a respiração.

O dispositivo não é para todos: os pesquisadores dizem que ele não funciona bem em pacientes muito obesos ou pessoas com problemas no céu da boca. Mas o potencial de uma terapia livre de máscaras CPAP em pacientes com apneia é enorme. E com a ativação por controle remoto sem fio, o modo sleep não está mais restrito aos seus gadgets. [New England Journal of Medicine via Wall Street Journal]