Quando Andy Rubin deixou o Android na semana passada e foi substituído pelo vice-presidente do Chrome e Apps Sundar Pichai, foi o início de 1.000 teorias. E todas elas falavam que o Android e o ChromeOS seriam unidos. Eric Schmidt tem uma resposta para você: não, pelo menos por enquanto.

Em entrevista à Reuters, Schmidt disse que Android e Chrome continuarão como sistemas operacionais distintos, mas ele também disse que eles podem ter mais integração no futuro. Ele também aproveitou para descartar os rumores de que esteja deixando o Google, chamando-os de “completamente falsos”.

Não deve ser surpresa que Schmidt tenha falado desse assunto, já que uma fusão entre os dois sistemas operacionais, especialmente considerando o marketshare do Android, seria selvagem. E não deve ser surpreendente que ele descarte; se for verdade, é um segredo que vale a pena manter. Não é como se ele fosse jogar os braços para o alto e falar “vocês me pegaram!” se fosse – se – o plano. Mas dá uma acalmada nas especulações por enquanto, como deve ser o objetivo. Vamos ter que esperar para saber se isso acontecerá no futuro. [Reuters]