Na feira Computex em Taiwan, Sundar Pichai, chefe do Chrome no Google, confirmou que o Chrome OS será lançado no "final do outono", ou seja, no máximo até dezembro deste ano.

Segundo Pichai, eles estão pensando tanto no hardware como no software, e serão seletivos quanto a isso "porque querem entregar uma ótima experiência para o usuário".

A Reuters afirma que o Chrome OS poderá vir em diferentes versões, dependendo da fabricante: a empresa poderia desenvolver uma versão própria do sistema, só que usando a base do Chrome OS. Isso é parecido com o Android: as empresas podem colocar uma interface personalizada em cima dele, diferenciando o produto. 

Mas, ao contrário do Android, imagino que não existam problemas de fragmentação de mercado, ou de incompatibilidade entre versões com isso: o software principal do Chrome OS é, bem, o Google Chrome, que se atualiza automaticamente e estará presente em toda versão do sistema operacional. A cara pode ser diferente, mas o coração deve ser o mesmo para todos. [Reuters]