Muita gente ficou impressionada com a apresentação da Microsoft durante a E3, principalmente por causa do Kinect. O ex-Projeto Natal lê seu corpo, responde bem, aceita comandos de voz e usa todos os gráficos do Xbox 360. Mas o pessoal do Kotaku reparou em algo bem estranho: por que todos os demos de Kinect foram feitos em pé? A resposta é no mínimo preocupante.

Grande parte dos jogos mostrados e liberados para jogo durante a feira de games têm essencialmente uma jogabilidade melhor para quem está em pé. É o caso do Kniectimals ou jogos de dança e esportes. Mas, por que os demos da produtora Turn 10, famosa pelo jogo Forza, não podiam ser jogados sentados, como você realmente deve ficar num jogo de corrida? Num dos demos, o personagem entra no carro e senta, mas o jogador continua em pé. Nada de pedais imaginários, algo que a própria MS colocou em um dos vídeos de apresentação do Kinect, quando ele ainda chamava Projeto Natal.

A Microsoft, ao preferir escapar pela tangente da pergunta, torna o cenário ainda mais nebuloso. Stephen Totilo, do Kotaku, conversou com alguns desenvolvedores de games sobre a questão. Alguns levantam a teoria de que o Kinect não consegue ler o esqueleto humano sentado. Ele teria dificuldades em entender os joelhos dobrados e a posição exata da pessoa. A coisa piorou quando Totilo viu o demo de um filme no Kinect, mas teve de ativá-lo em pé – isso inclui também mudar de programas, acelerar ou pular cenas etc. Questionado, o pessoal da Microsoft disse que filmes, músicas, chat de MSN e a parceria com a ESPN serão facilmente acessadas por voz e que não será necessário ficar em pé. “Ficar sentado é algo que nós ainda estamos calibrando”, disse um funcionário da MS.

Mas e os jogos? Então existe a possibilidade de não valer a pena jogar games “sentáveis” no Kinect? Jogos de estratégia, ou que você tenha de usar menos o corpo e mais a cabeça, como Fable, terão de ser jogados em pé? Nós sabemos que existem jogos que o ideal é jogar sentado. E, oras, sentar é algo importante, por questão de postura, mesmo quando jogamos videogames. Ainda é cedo para dizer, já que as experiências ainda foram escassas, mas existe a possibilidade que a impressionante novidade da Microsoft tenha um defeito bem chato.