Ele é menor, mais silencioso, tem mais portas e custa os mesmos 300 dólares. Tem um HD de 250GB e Wi-Fi 802.11n. E começa a ser vendido esta semana.

Eis aqui alguns dos detalhes do videogame, que esteve em desenvolvimento por mais ou menos dois anos:

* Botões de Liga/Desliga e Eject sensíveis ao toque, como no PS3.
* "Muito mais silencioso".
* HD interno de 250GB, que ainda é substituível, mas não pelo modelo antigo.
* Entrada especial para o Kinect (uma espécie de USB por onde mais energia consegue passar, de modo que o Kinect não precise ser ligado separadamente à tomada, como vai acontecer com quem for usá-lo no Xbox 360 atual).
* Cinco portas USB. Três atrás e duas na frente.
* Cabo AV incluído, mas não HDMI.
* O "tijolo de energia" ficou diferente — ainda grande, mas muito mais leve.
* Memory Cards externos do Xbox 360 atual não serão compatíveis, assim como HDs atuais.
* Componentes internos que foram alterados: dois ventiladores pequenos foram substituídos por um grande, para diminuição de ruído; CPU e GPU integradas de 45nm.

Alguns outros detalhes:

O controle foi pouco modificado, agora com um Guide Button cromado, o logo do Xbox nas costas e botões de ombro mais quadrados, que não mudam em nada a jogabilidade mas dão um tom mais angular à estética. A angularidade é evidente também no próprio design do console, que, segundo a Microsoft, foi atualizado para combinar com as TVs e outros equipamentos de áudio e vídeo atuais, que geralmente são preto "glossy" ou cromados.

Para transferir os seus dados do Xbox atual para o novo, vodê poderá usar um pen drive grandão (de até 16GB) para ir transferindo aos poucos, ou então pode usar o antigo cabo de transferência que começou a ser vendido junto com o primeiro modelo "Elite" do console. Este cabo é difícilimo de encontrar atualmente, mas começará a ser vendido por US$ 20.

Quanto ao disco rígido, ele é facilmente removível e bem pequeno. Muito menor que o atual.

Nós ligamos o Xbox novo (ele tem feedback por áudio quando você dá um toque no botão de ligar), e ele realmente pareceu bem silencioso. Praticamente inaudível na sala (que também não estava no mais absoluto silêncio). É claro que estamos falando apenas de ligá-lo sem disco. Ele definitivamente ficará um pouco mais barulhento quando um DVD estiver rodando há horas lá dentro, mas em comparação com o modelo atual, o boot é realmente bem mais silencioso.

Ah, e ele também destrói discos.