Elifoot Mobile 2012 (gratuito): Em um mundo ideal eu nem precisaria descrever este aqui, o clássico absoluto e indiscutível, a melhor virtualização do esporte mais amado do planeta, Elifoot para Android. Mas como tem muito leitor novinho e/ou herege que talvez nunca tenha ouvido falar dessa obra prima, vale o comentário. Trata-se de um jogo simples onde você precisa, basicamente, fazer os papéis de cartola e técnico de um time de futebol. Aí vai toda aquele drama de começar por baixo, ganhar títulos e tudo mais. Nessa reedição para Android, rola multiplayer com até oito pessoas (só na versão paga). Gratuito com limitações, US$ 4,99 na versão paga/melhor.

 

Temple Run

Temple Run (gratuito): Se o seu sonho sempre foi encarnar Indiana Jones na épica cena da bola gigante em “Os Caçadores da Arca Perdida”, Temple Run, que já estava no iOS faz algum tempo, é a sua chance. O jogo consiste em correr desesperadamente de uns seres impossíveis de identificar em templos antigos, desviando de armadilhas e fazendo as curvas, tudo com movimentos precisos na tela do celular ou tablet.

Traffic Wonder HD.

Traffic Wonder (US$1,49): Já se seu sonho for menos ambicioso, ser o de controlar o tráfego de uma grande cidade, Traffic Wonder HD o permite realizá-lo — e de forma bem mais divertida do que parece. O jogo consiste em encontrar o melhor caminho para os carrinhos, aquele que gasta menos combustível. É um puzzle bacaninha com uma roupagem sustentável e moderna. Preço promocional por tempo limitado e jogo adaptado a tablets.

Zite

Zite (gratuito): Uma revista personalizada, o Zite encontra artigos legais em canais especializados e a partir dos seus contatos no Twitter e os formata completamente, garantindo uma leitura mais agradável e limpa. Ele também conversa com o Google Reader e permite compartilhar artigos legais em redes sociais.

Google Maps (gratuito): Mas pode chamar também de a prova de que dá para melhorar o que já é ótimo. A última versão do Google Maps redesenha a interface de navegação curva-a-curva e traz gráficos mais nítidos em smartphones de alta definição, como o Google Nexus/X. Mais completo, ele agora também agrega informações de transporte público e, para a nossa alegria, continua gratuito.

King of Fighters Android.

The King of Fighters Android (US$ 5,99): Ah, a boa e velha pancadaria arcade dos anos 1990! Agora na palma da mão (ou das mãos, nos tablets), o grande torneio dos lutadores da SNK chega ao Android. É meio difícil extrair as características e destaques da página totalmente em japonês do jogo no Google Play, mas dá para ver que a lista de dispositivos compatíveis é bem restrita — dentre eles, Galaxy S II e, claro, Xperia PLAY. Outra certeza é a do multiplayer, local e via Internet, e de itens desbloqueáveis.

Papermill

Papermill (US$ 3,99): Uma das ausências mais sentidas no Android em termos de apps é a do Instapaper. Seu criador meio que odeia o robô verde do Google, então o que nos resta é esperar desenvolvedores que saibam explorar bem a API pública do serviço. O Papermill tem potencial para ser esse salvador. Ainda limitado em recursos, ele faz o básico muito bem. E em vez de tentar imitar a interface do Instapaper ou inventar nesse sentido, simplesmente se adapta à do Android — parece muito um app nativo. O único problema é que ele, como todo app de terceiros do Instapaper, requer a assinatura do serviço, de US$ 1/mês.