Até agora o e-paper só apareceu bem nos e-readers, mas isso está prestes a mudar. No Kickstarter, provavelmente o maior site de crowdfunding do mundo, apareceu o Pebble, um relógio de pulso com tela de e-paper de 144×168 pixels que “conversa” com iPhone e Android, tem suporte a apps e, antes mesmo de entrar em produção, já é um sucesso estrondoso.

O Pebble é leve, resistente a água, conta com um processador ARM, motor vibratório, acelerômetro de três eixos e quatro botões físicos. Ele conversa com smartphones iPhone ou Android via Bluetooth 2.1 e aceita apps — quando for lançado, seus criadores liberarão um SDK gratuito para que qualquer um crie seus apps ou adapte os de smartphones para que funcionem com o relógio. O Pebble também atua em funções triviais de celulares, como mostrar mensagens e informar quem está te ligando.

A equipe por trás do Pebble pediu US$ 100 mil para viabilizar o projeto, mas em 28h chegaram a US$ 1 milhão. Neste momento, faltando ainda 31 dias para encerrar o prazo, o projeto já acumula US$ 3,7 milhões em investimentos. O valor mínimo, que garante um Pebble preto, é de US$ 115 (+US$ 15 para o frete internacional, no nosso caso).

Relógios inteligentes que conversam com smartphones parecem ser a moda do momento. Motorola e Sony lançaram, recentemente, o MotoACTV e o SmartWatch, respectivamente, com propostas similares, mas modelos menos impressionantes e “flexíveis”. Todos seguem a onda iniciada pelo iPod nano e as incontáveis pulseiras que o transforma em relógio, muitas delas, como a LunaTik, financiadas também pelo Kickstarter. Se eu usasse relógio de pulso, estaria bem empolgado com o Pebble. [Kickstarter]