Milhões de pessoas começam a manhã tomando café, e um novo estudo médico sugere que ele pode ajudar você a viver mais – se você beber o bastante.

O estudo de larga escala, publicado no New England Journal of Medicine, mostrou que homens que bebem seis xícaras de café ou mais por dia tinham 10% menos chance de morrer durante os 14 anos do estudo. Mulheres que bebiam seis xícaras ou mais por dia tinham 15% menos chance de morrer no mesmo período. O resultado, obviamente, é: quem bebe café vive mais.

Os pesquisadores também mostraram que o efeito é visto em praticamente qualquer causa de morte, como doenças do coração, do pulmão, diabetes, derrame e infecções. O efeito, no entanto, parece cair se o consumo for pequeno – uma xícara de café tem efeito desprezível.

Dr. Neal Freedman, um dos pesquisadores do Instituto Nacional de Câncer do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, explica:

O café contém mais de 1.000 componentes que podem afetar as chances de morrer. O componente mais estudado é a cafeína, mas associações semelhantes entre café normal e descafeinado tanto neste como em um estudo anterior sugerem que, se a relação entre consumo de café e mortalidade for causal, outros componentes no café – por exemplo, antioxidantes, incluindo polifenóis – podem ser importantes.

Tudo isto significa que, se alguém disser que você está tomando café demais, sua réplica já estará pronta. [NEJM via The Telegraph]

Foto por pick/Shutterstock