Há poucas fronteiras mais protegidas do que a que separa a Coreia do Norte e a do Sul. Que se tornou ainda mais verdadeira no mês passado, quando Seoul confimou o uso de um robô vigilante  capaz de detctar calor, voz e movimentos na Zona Desmilitarizada. Com armas.

A unidade de U$ 330.000 servirá na seção central da Zona Desmilitarizada, e é considerada um teste para determinar a viabilidade de uma implantação maior. Ele é armado com uma pistola e um lançador de granada automático de 40mm, que é controlado remotamente por uma central de comando.

Enquanto este é apenas um robô sentinela – apesar de ser armado e perigoso – os esforços robóticos de Seoul incluem robôs de combate como os do Exterminador do Futuro, que poderiam realmente juntar-se aos soldados humanos num campo de batalha. [Telegraph UK]