A realidade virtual é uma grande promessa desde os anos 80, mas nunca chegou a atingir as expectativas. Entretanto, a “realidade mista” nos dá novas esperanças.

Ela se parece com a realidade aumentada, que usa sensores (do seu smartphone, por exemplo) para incluir dados virtuais no que a câmera está captando. Mas a realidade mista vai um passo além e identifica objetos – como paredes – para você controlar e manipular o mundo virtual.

Como isso funciona? De acordo com a New Scientist, pesquisadores da University College London modificaram um Oculus Rift para combinar vídeo em tempo real do mundo físico e objetos de realidade aumentada:

À primeira vista, isso não parece tão radical, mas pode fazer uma grande diferença para o usuário, permitindo que ele veja uma combinação do mundo físico e da realidade aumentada. É uma nova perspectiva, diferente de apenas encarar a tela do smartphone ou tablet. É um avanço sutil e incrivelmente desafiador na tecnologia de realidade aumentada que vemos hoje em dia.

Ainda não é perfeito, claro: o software de reconhecimento de objetos sabe rastrear o chão e as paredes, mas ainda não localiza pessoas ou objetos em três dimensões. No entanto, esta tecnologia promissora ainda está só começando, e pode dar uma grande dose de realismo a jogos online ou a teleconferências. Mais detalhes aqui: [New Scientist]