Muita gente não lembra, mas apesar dos lançamentos tecnológicos de sucesso dos últimos anos, a Apple também acumula uma longa lista de produtos fracassados ao longo de sua história.

Conhecida por lançar produtos com desenhos arrojados, isso nem sempre significa que design e funcionalidade caminharam lado a lado. Na verdade, alguns gadgets eram bem bizarros.

Aqui você encontra uma lista com 10 exemplos de produtos da Apple que não vingaram.

1. TV Macintosh

Muito antes da Apple TV, a empresa já tinha tentado unir televisão e computador em um mesmo aparelho. O ano era 1993, e o produto era vendido pela bagatela de 2 mil dólares.

Além do preço exorbitante, o aparelho também sofria de lentidão, o que não ajudou nas vendas. O dispositivo vendeu tão mal que a Apple interrompeu a produção do produto três meses após o lançamento, com apenas 10 mil unidades comercializadas.

2. Apple Newton

Ainda na década de 1990, a Apple fazia a primeira tentativa de lançar um assistente digital pessoal.

Com a aparência de um Kindle moderno, ele tinha uma caneta que reconhecia a escrita dos usuários. Entretanto, o produto da Apple não tinha um reconhecimento tão confiável quanto o rival Palm Pilot, lançado na mesma época.

O projeto foi encerrado assim que Steve Jobs voltou à Apple, em 1997.

3. Mouse do iMac Original

O iMac original é considerado icônico até hoje. Porém, o mesmo não se pode falar do mouse redondo lançado com ele.

Além do formato inusitado, ele era desnecessariamente difícil de ser usado, obrigando o usuário a olhar para ele para conseguir manejá-lo. Não apenas isso, mas ele também era extremamente desconfortável.

Vale lembrar que a Apple foi a primeira a popularizar o uso de mouses em computadores.

4. iPod Shuffle

Muito antes dos smartphones, os iPods eram dispositivos portáteis que permitiam ao usuário armazenar e escutar músicas.

A Apple já tinha inovado ao lançar os gadgets sem tela – algo impensável atualmente. Entretanto, ao lançar a geração 3 do iPod Shuffle, a empresa resolveu tirar também os botões. Com isso, o usuário só conseguia controlar as músicas por meio de fones de ouvido que tivessem um controle remoto embutido e compatível.

Ao perceber o erro, a geração 4 do iPod Shuffle voltou a ter os botões.

5. iPhone 4

Até os dias de hoje, o iPhone 4 é considerado um dos smartphones mais icônicos e bonitos já feitos pela empresa da maçã.

Entretanto, o gadget também é lembrado por um sutil problema: ele perdia o sinal da rede móvel quando o usuário segurava o dispositivo.

Como ele tinha uma carcaça de metal – que também servia como antenas – ao segurar o telefone, o usuário conectava as diferentes antenas e resultava em uma perda significativa de sinal.

Em meio a críticas, Steve Jobs rebateu com a famosa frase “evite segurar as coisas dessa maneira”.

Após reconhecer o problema, a Apple distribuiu capinhas para reduzir o problema e lançou o iPhone 4S sem a falha de hardware.

6. Magic Mouse 2

Outro exemplo que demonstra a fama de “design da Apple” é o Magic Mouse 2, um dispositivo futurista que conta com uma superfície sensível ao toque por meio de gestos.

No entanto, ninguém entendeu porque a porta de carregamento do mouse foi colocada na parte inferior do mouse. Isso significava que o produto não poderia ser utilizado enquanto estivesse sendo carregado.

7. Mac Pro 2013

Para lançar o Mac Pro 2013, a Apple resolveu inovar mais uma vez e criar um design cilíndrico para o dispositivo. Só tinha um problema, o computador era facilmente confundido com uma lata de lixo lustrosa, sendo alvo de piadas e memes.

Por um lado, a empresa conseguiu proporcionar uma máquina com um grande desempenho  em uma pequena peça de hardware. Por outro lado, o formato gerou uma dor de cabeça para profissionais que precisavam atualizar ou reparar o Mac Pro.

8. iPhone 6

Ao longo dos anos, a Apple começou a lançar iPhones com telas cada vez maiores e carcaças cada vez mais finas. Isso gerou um problema nos iPhone 6 e 6 Plus. Simplesmente, os aparelhos entortavam se os usuários sentassem com o telefone no bolso traseiro.

Embora a empresa afirmasse que apenas alguns usuários enfrentaram problemas, testes internos vazados mostraram que o iPhone 6 Plus tinha 7 vezes mais probabilidade de dobrar que o iPhone 5s.

Para corrigir o problema, a Apple substituiu a carcaça dos aparelhos por um alumínio mais forte. Entretanto, o mesmo problema voltou a ocorrer no iPad Pro, lançado em 2018.

9. Apple Pencil

A primeira caneta para tablets da Apple era carregada diretamente na porta relâmpago do iPad. Além de não parecer nem um pouco elegante, era comum as batidas involuntárias, danificando os conectores.

A partir da Apple Pencil, a empresa adotou o carregamento sem fio.

10. Cabos quebradiços

Os cabos da Apple nem sempre tiveram a qualidade atual. Antigamente, eles eram propensos a rachar ou desfiar após anos de uso.

O problema foi resolvido ao utilizar designs de cabos trançados, tornando-os mais duráveis.