Da série “coisas legais que quase passam batidas,” temos o Parque os Atletas, no Rio de Janeiro. Inaugurado ano passado para o Rock in Rio e cotado para servir de área de lazer aos atletas das Olimpíadas de 2016, o espaço foi usado na Rio+20 por delegações de vários países. Usado e ornamentado de forma sustentável, provando que dá para ser “verde” e bonito ao mesmo tempo.

O trabalho foi assinado pela P&G Cenografia e utilizou mais de 7 mil estrados de madeira recuperada que conectavam dois prédios e um espaço público, ocupando 3,5 km². Além da fachada, que em alguns pontos tinha plantas externas, parte dos estrados e outros materiais reciclados foram usados internamente também, para construir as áreas de lazer e descanso.

A grande e bela construção de madeira fez sucesso durante a Rio+20 e, como diz o TreeHugger (que tem versão brasileira, veja só), serviu como um ótimo exemplo da união entre design e desenvolvimento sustentável. No link ao lado tem mais fotos. [TreeHugger]