A página inicial do Google é um dos sites mais imediatamente reconhecíveis da internet – se não for o mais. E por isso mesmo é um dos mais negligenciados. Por que consertar algo que não está quebrado? Bem, por que não consertar?

Sempre há espaço para melhorias, e é por isso que o blog de design Letters Society se propôs a injetar vida nova no mais conhecido de todos os motores de busca. Cada um dos designers colaboradores usou abordagens diferentes na reformulação, mas todos eles têm algo em comum: podem ensinar uma coisa ou outra para o Google.


1. Simplificando o simples

qfexib6crkqv2x6mzsyp

Design de Mark Manalaysay, este redesign tem como foco a volta ao básico. Mesmo que a página inicial do Google pareça a epítome do minimalismo, se você presta um pouco de atenção perceberá que há algum ruído nela. Manalaysay explica como abaixou o volume (confira a explicação completa dele, em inglês, aqui):

A primeira coisa a ser feita foi remover o que achava ser desnecessário na página inicial…

wmbx28pai0n7re2ptlwf

…Se eu quiser um Google preparado para o futuro, acredito que a busca por voz seja algo que vai ser incrementado e melhorado radicalmente ao longo dos próximos anos. Isso permite uma busca mais instantânea e integração mais profunda com o Google Now…

…Para unificar os diversos serviços, criei uma barra de navegação persistente que vai permitir trabalhar com todos os serviços do Google sem a necessidade de mudanças drásticas de design. Como é possível ver nos meus exemplos para o Google+ e Google Maps, você consegue ter uma barra de navegação que permanece igual em todos os diferentes serviços…


2. Toque, deslize, navegue

ze4j7h1ylmz64rrtpjkq

O diretor de arte da Arc Worldwide Alli Grunthaner teve como foco a experiência móvel, e conseguiu até aplicar parte da mentalidade de pinça e deslizadas na versão de desktop.

Eu baseei meu design em blocos simples que podem ser personalizados para as usas buscas comuns. Fui inspirado pela tecnologia atual de “toque/deslize/navegue”… então pensei que seria uma boa interface para usar para diferentes campos de busca. Assim que você seleciona o campo de busca, você vê o cursor e começa a digitar o que quer procurar!


3. Em cores vivas

711153917289276842

Para o designer Erik Wagner, não é tão importante mudar as funcionalidades quanto é importante dar ao Google uma nova cara. Wagner descreve sua visão:

Para a minha execução, queria levar a paleta de cores do Google adiante e criar uma presença vibrante para a função de busca. Dependendo de qual dispositivo você use, o mapa na parte inferior do navegador permite ser expandido para ocupar toda a tela do browser.


4. Google Greyscale

711153917383595434

O ilustrador e designer Casey Crisenbery foi na direção oposta, escolhendo por eliminar cores brilhantes. Crisenbery diz: “No dock inferior, usuários encontram seus apps para Gmail, chat, Maps, etc. Os apps podem ser customizados e interfaceados com a navegação geral através de sites parceiros.


5. Perdendo a gordura

711153917559689130

Se as duas opções anteriores representavam dois extremos no espectro das cores da página inicial, a criação da designer Frances Palmer se situa em algum lugar entre elas. Palmer explica seu design:

O Google tem alguns bons recursos de cores que nem todos descobrem antes de dar uma vasculhada. Penso que o uso do Google Trends permite uma aparência mais ousada com cores sólidas e texto branco forte. Essas são as buscas sendo exibidas em tempo real. Você também pode mudar entre países e ver o que eles estão procurando. Também pensei em como a página funcionaria se tivesse um Google Doodle para o dia e pensei que ele trocaria o Google Trends.


6. Um motor vivo

711153917744548778

A designer gráfica Jenn DiMenna consultou o público para saber o que as pessoas mais querem na página inicial do Google. E os usuários do Android têm a resposta:

[Minha amiga Amy] me contou sobre as coisas legais que o Google para Android faz e gostaria de poder fazer com um app apenas em todos os meus dispositivos.

…então basicamente fiz o Google parecer uma dashboard pessoal. Você tem seus apps à direita e notificações para dizer se você está perdendo um programa de TV, o que você tem na sua agenda e quantos emails você tem. Isso é totalmente personalizável e se você não tem nenhum app, ganha espaços livres; você também pode customizar tudo na dashboard…

vtcclfme2ymqmupufuw9

… Elas são fixadas e sempre aparecem no canto da tela enquanto você está na página inicial do Google. Você pode clicar para encontrar todas as suas informações. Ou você pode esconder tudo, se quiser.


7. Maravilhosamente nu

711153933711756970

O estudante Jake Nolan tem uma visão que usa muitas das ideias também vistas acima, mas essa possui menos influência do Android. Em vez de mudar a forma como você interage com o Google ao transformá-lo na página inicial da sua vida, o redesign de Nolan tenta melhorar a forma como o Google é usado no navegador.

Notei alguns elementos desnecessários que poderiam ser retirados… também não gostei de ter que clicar para acessar uma lista dos apps e ferramentas mais usados, como Gmail, Calendário, Drive, YouTube e Maps. Movi tudo para a parte inferior com a ideia de que, assim que conectado, esses apps preferidos poderiam ser movidos para incluir outros produtos como Google Wallet ou até mesmo um link RSS para uma página do Blogger.

ozomdijxksdg9z3crpjf

…propus que o comando de busca por voz fosse, por padrão, sempre ativo quando o Google.com estivesse aberto. Com reconhecimento de voz e interação melhorada com a nossa tecnologia, acho que isso poderia ajudar a popularizar os comandos de voz e as experiências humanos/tecnologia.

O que você acha? Algum desses é melhor do que o Google atual? Ou os designers erraram a mão? [Letters Society, Project 9 via The Techblock]