O mercado de apps de entrega ganhou novo fôlego, já que boa parte das grandes cidades do Brasil estão em quarentena devido ao novo coronavírus. Moradores de Curitiba (PR) agora contarão com uma nova opção a partir desta quarta-feira (8): o 99Food, a plataforma de delivery de comida da 99/Didi.

A cidade paranaense é a segunda do País a contar com a plataforma de mediação de entrega da 99. Há uns três meses, o 99Food estreou em Belo Horizonte (MG).

O funcionamento é parecido com o de outras plataformas: é necessário baixar o app do 99Food, que está disponível para Android e iOS, mas dá para acessar a opção de entrega de comida dentro do app 99 para corridas, como ocorre com o app da Uber.

Com a atual pandemia de COVID-19, a empresa diz que os entregadores receberam kits com máscara e álcool em gel para higienização das mãos. Além disso, eles contam com uma modalidade — como outros apps do tipo — de entrega sem contato. A única condição é que as pessoas devem avisar sobre isso no chat com o entregador.

Segundo a empresa, a Didi já atua no setor de delivery de comida na China e no México. No mercado chinês, são realizadas mais de 1 bilhão de entregas semanais; no Brasil, a empresa fala que este é um mercado de 20 mil entregas por mês.

A diferença numérica, de acordo com a 99, tem relação com hábitos de uso. Enquanto na China, as pessoas recebem em casa as principais refeições, no Brasil, a entrega via app é usada para ocasiões especiais. “Na China são realizados cerca de R$ 45 milhões de pedidos por dia, enquanto no Brasil, o mercado gera cerca de 20 mil por mês”, disse Danilo Mansano, diretor do 99Food, em comunicado de imprensa da companhia.

Em Curitiba, o 99Food terá a concorrência das plataformas já estabelecidas UberEats, iFood e Rappi.