Você se lembra de quando Zack Nelson, do JerryRigEverything, deixou todo mundo em polvorosa depois de dobrar um iPad Pro ao meio com as próprias mãos e se perguntar se o novo tablet da Apple não seria um pouco frágil? Bom, parece que ele estava no caminho certo.

• Novo iPad Pro ganha bordas mais finas, USB-C e Face ID; preços começam em R$ 6.799

Inicialmente, quando Zack dobrou seu iPad Pro, alegações sobre possíveis falhas de design foram descartadas em sua grande maioria porque o teste não replicou exatamente um cenário típico do mundo real. Mas, no mês passado, uma série de usuários nos fóruns do MacRumors e até mesmo um jornalista do Verge tiveram problemas com iPad Pros que mostravam sinais de dobra, seja logo depois de sair da caixa ou pouco tempo após a compra.

Agora, a Apple respondeu a esses relatos em uma declaração ao Verge, dizendo que, embora alguns usuários possam ver novos iPad Pros com uma ligeira dobra, ela “é um efeito colateral do processo de fabricação do dispositivo e não deve piorar com o tempo ou afetar negativamente o desempenho do principal iPad de qualquer forma prática”.

Aparentemente, pequenas dobras no chassi de um iPad Pro novo acontecem devido a uma parte do processo de resfriamento usado para fazer alguns dos componentes de plástico e alumínio do tablet, com os modelos de 11 e 12,9 polegadas suscetíveis a pequenas quantidades de curvatura. Os novos iPads são muito mais finos que as versões anteriores, e a espessura excepcional do metal poderia ter contribuído para a suscetibilidade dos dispositivos à temperatura.

Embora o que a Apple diga possa ser verdade, o problema da explicação da empresa é que, em fotos de iPads dobrados, muitos deles exibem alguma curvatura em um dos buracos de microfone ou perto deles, localizados no lado mais comprido do corpo do iPad Pro — precisamente onde Zack Nelson disse que o tablet parecia um pouco mais fraco.

Em seu comunicado ao Verge, a Apple diz que não viu uma taxa de retorno do produto acima da média para o novo iPad Pro. Infelizmente, para tornar as coisas um pouco mais confusas, parece que atualmente não há uma mensagem clara sobre se os usuários têm direito a devolver iPads dobrados em troca de novos dispositivos ou se a dobra é categorizada como dano acidental e, portanto, sujeita a uma reclamação na AppleCare.

Entretanto, a parte mais frustrante de tudo isso é que, quando foi lançado, o novo corpo super fino do novo iPad Pro foi anunciado como uma revolução e um avanço na engenharia moderna. Mas, com sua durabilidade agora em questão, é preciso se perguntar se teria sido realmente um problema ter feito esse troço um pouco mais espesso.

Entramos em contato com a Apple para esclarecimentos e atualizaremos caso tenhamos uma resposta.