A Apple, que há muito se orgulha da segurança de seus dispositivos, se juntou à Fido Alliance como membro do conselho. Quanto a isso, é uma ótima notícia se você odeia usar senhas ou gerenciadores de senhas.

A Fido Alliance é um grupo aberto da indústria que, em suas palavras, tem a missão de criar “padrões de autenticação para ajudar a reduzir a dependência excessiva do mundo em senhas”. Se você não estiver familiarizado com o grupo em si, talvez já tenha ouvido falar de um de seus três conjuntos de protocolos de autenticação: Fido Universal Second Factor (FIDO U2F), FIDO Universal Authentication Framework (FIDO UAF) e FIDO2. E mesmo se você não tiver, os membros do conselho da Fido incluem alguns gigantes conhecidos da indústria, como Amazon, ARM, American Express, Facebook, Google, Intel, Lenovo, Microsoft, PayPal, Samsung, Visa, Mastercard e, agora, Apple.

A novidade foi inicialmente divulgada na semana passada pelo site francês MacG, que citou um tuíte agora excluído, mostrando uma foto de uma apresentação da conferência Fido com o logotipo da Apple e o texto dizendo ‘Novo Membro do Conselho’. No entanto, os tuítes foram rapidamente excluídos até a última terça-feira, quando a Fido atualizou oficialmente sua página da Web para incluir a Apple.

Então, o que isso significa afinal? Bem, parte do trabalho da Fido é buscar maneiras de substituir completamente as senhas. Isso inclui a criação de padrões para tecnologia, como autenticação biométrica, bem como chaves de segurança física.

A Apple já implementa algumas dessas tecnologias – pense no Face ID ou utilizar um Apple Watch para desbloquear um MacBook compatível. Às vezes, a Apple também pede aos usuários para verificar sua identidade em um laptop concedendo permissão no iPhone. Idealmente, esse tipo de autenticação de dois fatores seria mais difundido fora da própria bolha da Apple. A adesão à Fido Alliance pode ser um passo para tornar isso uma realidade em várias plataformas, não apenas aquelas casadas com o ecossistema da Apple.

Talvez, seja um vislumbre do que a Apple tem em mente em relação à segurança no futuro. A empresa vem trabalhando na integração do U2F há algum tempo e incluiu suporte para chaves de segurança FIDO2 no iOS 13.3 e Safari 13. Dito isso, definitivamente teremos que esperar um pouco antes de dar adeus às senhas para sempre.