A Apple não teve pena em aumentar o preço de seus produtos no Brasil: nos últimos meses, MacBooks, iPods e iMacs ficaram ainda mais caros do que já eram. Agora, a empresa resolveu cobrar mais pelos iPads – e menos pelos iPhones.

O MacMagazine compilou a mudança dos preços na Apple Store online. Cada iPhone 5S, 6 e 6 Plus recebeu um desconto entre R$ 200 e R$ 500:

– iPhone 5S (16 GB): R$ 2.299 (antes R$ 2.499)

– iPhone 5S (32 GB): R$ 2.499 (antes R$ 2.899)

– iPhone 6 (16 GB): R$ 3.199 (antes R$ 3.499)

– iPhone 6 (64 GB): R$ 3.499 (antes R$ 3.899)

– iPhone 6 Plus (16 GB): R$ 3.499 (antes R$ 3.899)

– iPhone 6 Plus (64 GB): R$ 3.799 (antes R$ 4.299)

Estes preços são semelhantes aos praticados no ano passado; a Apple deixou todos mais caros após o réveillon. Os modelos de 128 GB saíram de linha na Apple Store online.

Enquanto isso, os iPads ficaram até 40% mais caros – mesmo já tendo sofrido um reajuste de até 36% em abril.

Entre os exemplos mais graves está o iPad Air Wi-Fi + Cellular de 16GB: ele custava R$ 1.999, passou para R$ 2.499 em abril, e agora sai por R$ 3.499. A lista completa dos reajustes está aqui.

Nos EUA, a Apple reduziu o preço de seus tablets após o lançamento do iPad Pro e do iPad Mini 4. O modelo que mencionamos acima custa US$ 529 (cerca de R$ 2.040).

Em janeiro, a Apple aumentou o preço dos iMacs; em maio, foi a vez dos MacBooks; e em julho, dos iPods.

[MacMagazine via Folha]

Foto por LWYang/Flickr