Olha, por essa ninguém esparava: a Apple habilitou sileciosamente em suas máquinas a habilidade de fazer streaming de músicas para iPhones, iPads e iPod touches por meio de armazenamento online no iDisk. É o próximo grande passo para colocar de vez o iTunes no mundo da nuvem.

O novo recurso foi descoberto por Michael Robertson, que também tirou as screenshots acima mostrando claramente que o iDisk permite streaming de música rodando em background e também compartilhamento de arquivos públicos entre vários aparelhos simultaneamente. Matt disse que o iDisk estava “na metade do caminho” em seu review relâmpago – a novidade parece uma boa segunda metade.

Aparentemente qualquer um já era capaz de fazer isso com o iDisk há algum tempo, mas essa é a primeira vez que há suporte à música tocando e controles de som em segundo plano.

Mas há algumas pequenas limitações: você terá de enviar suas músicas uma por uma (ou pastas inteiras) para o iDisk, não há suporte para playlists, e há um limite de 20 GB de armazenamento. Isso é sem dúvida muita música, mas para alguns usuários pode não ser o necessário para mover a biblioteca inteira de músicas para o iDisk. O aplicativo em si é gratuito, mas você precisará de uma conta do MobileMe (U$100 por ano) para usá-lo. Há também a grande questão da legalidade – as companhias de música normalmente são contra o streaming de músicas sem licença, algo que deve ficar bem claro quando a iTunes Live chegar.

Mas isso é problema da Apple, não nosso. A única preocupação agora é saber qual música você colocará primeiro no iDisk e em qual aparelho você vai usá-lo.

O Sam já está testando a novidade, e ela funciona muito bem via Wi-Fi e 3G, com qualidade de áudio “decente”. [Michael Roberton