Já faz um bom tempo que os usuários de MacBooks Pro reclamam de problemas no teclado. A Apple não admitiu oficialmente nenhum problema com o design. No entanto, aparentemente, ela sabe que tem alguma coisa errada no projeto. A nova geração dos laptops da empresa da maçã vem com uma atualização para tentar resolver o problema: uma membrana de silicone.

Apple lança MacBook Pro com processador mais novo, melhorias no teclado e até 4 TB de SSD

A descoberta foi feita pelos especialistas em desmontar e consertar eletrônicos iFixit. Eles encontraram uma nova membrana de silicone protegendo o mecanismo de cada um dos botões do teclado. A proteção deve servir para evitar que poeira e demais detritos entrem ali e façam as teclas travar, como vinha acontecendo.

Como relembra o jornal The Guardian, a empresa de Cupertino registrou recentemente a patente de um sistema de “prevenção de entrada para teclados”. O documento diz que ele foi projetado para bloquear grãos de pó e migalhas e evitar que eles entrem sob as teclas.

Diferença de mecanismo de teclado tesoura (usado na maioria dos computadores) e o borboleta, usado em alguns laptops Apple. Crédito: Reprodução

O mecanismo borboleta está presente nas teclas dos MacBooks feitos a partir de 2015. A grande contribuição da novidade foi poder reduzir o espaço do teclado. A Apple também prometia que a peça fosse “quatro vezes mais estável”.

No entanto, o design se revelou trágico na prática. Como não há margem de erro nas teclas, qualquer sujeirinha que entre pode fazer com que o botão pare de funcionar. Muitos donos de laptops reclamaram de teclas travando, e até mesmo uma ação coletiva foi movida contra a empresa. A Apple está oferecendo garantia estendida para o defeito.

Esperamos que essa proteção de silicone evite novos problemas. Afinal, ninguém paga um preço de um carro seminovo em um notebook para o teclado simplesmente travar depois de alguns anos de uso.

[iFixit, The Guardian]