Centro do Consenso de Copenhague, um respeitado think tank europeu – que sempre foi cético quando o assuto era mudanças climáticas – agora está aconselhando que nós devemos gastar US$ 9 bilhões para construir 1.900 navios geradores de nuvens como esse aí em cima. O motivo? Dar uma refrescada na Terra.

Os barcos pegam a água salgada do mar e a borrifam no ar, criando núcleos formadores de nuvens, que se condensam criando nuvens maiores e mais brancas – fazendo com que mais luz solar seja refletida de volta ao espaço.

Isso é o que David Young, um membro do painel que criou o estudo, tem a dizer. As embarcações totalmente automatizadas vão atravessar os oceanos absorvendo água e borrifando nos céus. Os estudiosos dizem que a formação de nuvens maiores e mais brancas fará com que menos raios solares cheguem à superfície, diminuindo as temperaturas.

A ideia parece maneiríssima e é até lógica no papel, mas será que alguém na Terra entende tão perfeitamente como as mudanças climáticas funcionam? Nós ainda estamos tentando fazer sentido de como sistemas complexos como o clima funcionam, e antes disso alguém quer botar um conceito desses em prática sem saber completamente quais as implicações? Como dizem no meu país natal: experimente primeiro com refrigerante. [Copenhagen Consensus via Daily Mail]