Este vídeo começa mostrando uma área de um metro quadrado. A cada dez segundos, nos afastamos uma potência de dez. 101, 102… até chegarmos em 1024 metros — o tamanho do universo observável. Então nos aproximamos de novo. E muito.

Ao fim do vídeo, não apenas estamos de volta àquele um metro quadrado, como nos aproximamos até 10-16 metros, até os quarks dentro de um próton de um átomo de carbono.

Inspirador, hein?

O filme foi feito em 1968 por Charles e Ray Eames, e está sendo celebrado em um dia adequado: 10/10/10. Neste dia haverá eventos em diversas partes do mundo relembrando o quão iluminador é este filme. Inclusive no Brasil, em Curitiba. [Powers of 10 e FlavorPill]