Olha que sinistro: pesquisadores da Universidade de Utah desenvolveram uma forma de usar sinais wireless para detectar movimento atrás de paredes e portas.

A técnica, chamada representação tomográfica a rádio baseada em variância, processa sinais de uma rede sem fio IEEE 802.15.4 com 34 nós. É o protocolo para redes de uso pessoal encontradas em sistemas domésticos de automação, como o ZigBee.

A ideia básica é bem simples. A força do sinal em qualquer lugar da rede é a soma de todos os caminhos que as ondas de rádio podem usar para chegar ao receptor. Qualquer mudança no volume do espaço pelo qual o sinal passa, por exemplo causado pelo movimento de uma pessoa, faz a intensidade do sinal variar. Então ao "interrogar" este volume de espaço com vários sinais, captados por vários receptores, é possível construir uma imagem do movimento dentro desse espaço.

Eles foram capazes de detectar movimento em uma sala até a distância de um metro, o que é muito bom. Mas eles ainda não vão poder ver pessoas no chuveiro, então consideremos este trabalho um bom começo. Mas cuidado, pesquisadores: não façam nada duvidoso, hein? [Technology Review via Slashdot]