O Pix não tem nem um ano de vida e já conseguiu transformar a maneira como as pessoas transferem dinheiro e pagam suas contas no Brasil. Mas o sistema de pagamentos do Banco Central (BC) deve ganhar novidades em breve, e uma delas pode ser o lançamento de um cartão físico para usar o Pix mesmo sem uma conexão com a internet.

Durante um evento realizado nesta quarta-feira (30), o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sugeriu que o Pix poderá em breve ser usado na forma de um cartão físico, de maneiras semelhante aos cartões tradicionais usados no transporte público — aqui na cidade de São Paulo, como o Bilhete Único, por exemplo.

“Basicamente em algum momento vai ter um cartão Pix. Você vai aproximar do seu celular, você vai transferir dinheiro online pro offline no cartão. Vai funcionar como um cartão de ônibus, uma tecnologia supersegura. Você vai poder usar o cartão no mundo offline, quando você voltar no mundo on-line, vai poder transferir seu saldo de volta”, explicou Neto. As informações são do jornal Extra.

Se o tal “cartão Pix” (que não se chama assim, que fique claro) seguir por esse caminho dos cartões de transporte, é provável que o usuário precise em algum momento efetuar recargas de crédito, seja por aplicativos na internet ou por terminais físicos. Depois, bastaria aproximar o cartão em alguma maquininha de pagamento para confirmar uma compra ou transferência.

Assine a newsletter do Gizmodo

Como a declaração do presidente do BC é muito vaga, ainda não temos como saber como as coisas vão funcionar. No entanto, a medida serviria como uma alternativa para momentos em que o usuário possa estar sem o celular por perto ou não tenha internet no aparelho, uma vez que, para autorizar uma transação financeira, o Pix precisa obrigatoriamente estar conectado à rede.

Porém, antes de um cartão com função Pix, devem entrar em vigor o Pix Saque e o Pix Troco. Ambos tiveram a consulta pública finalizada no início deste mês e devem ser lançados até setembro deste ano. O Pix Saque vai permitir retirar dinheiro em caixas de estabelecimentos comerciais. Já o Pix Troco vai servir para pagar um valor a mais de uma compra e receber de volta uma quantia em cédulas.

[Extra]