A partir de hoje (15), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Coordenação de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap), disponibilizou o Registro Geral do Animal (RGA) em versão eletrônica.

Criado em 2001, o documento que identifica os bichos de estimação recebem nova roupagem “pet-friendly” digitalizado pela equipe de Transformação Digital da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT).

O documento, timbrado e numerado apresenta dados do animal e do tutor. O bichinho registrado recebe uma plaqueta com o número do registro correspondente e deve usá-la permanentemente presa na coleira.

“É fundamental que os tutores façam o RGA e mantenham a plaqueta de identificação em seus cães e gatos. Muitos animais perdidos ou roubados puderam reencontrar suas famílias porque estavam com a plaqueta de identificação presa à coleira”, avalia a coordenadora da Cosap, Analy Xavier.

O RGA funciona como uma carteira de identidade para pets e é emitido para cães e gatos com idade superior a três meses.

Como pedir o RGA

Os moradores da capital paulistana interessados no documento para o bichinho devem solicitar online pelo Portal SP156. Para pedir presencialmente é necessário agendar horário em uma das 17 Praças de Atendimento.

Os documentos para o cadastro são o RG e CPF do tutor; comprovante de residência atualizado em nome do dono (emitido nos últimos 90 dias); foto do animal e comprovante de vacinação contra raiva, quando houver.