A BlackBerry liberou hoje o primeiro balanço fiscal após a troca de nome e o lançamento de aparelhos com o BlackBerry 10, sistema que salvará (ou não) o futuro da empresa. Os números são, em sua maioria, positivos, embora não saltem à vista. E a empresa ainda perdeu usuários no período.

Indo direto ao número que mais importa, no primeiro trimestre fiscal do ano a BlackBerry teve lucro de US$ 94 milhões aferido de US$ 2,7 bilhões em faturamento. Houve um aumento em relação ao penúltimo trimestre, quando a empresa fechou com US$ 14 milhões de lucro.



Na venda de aparelhos, foram seis milhões vendidos no período. Mas desses, apenas um milhão do novo BlackBerry Z10, único equipado com o BB10 já disponível para compra — o Q10, com tela quadrada e teclado QWERTY físico, só sai em abril. Também nesse último trimestre, a BlackBerry perdeu usuários: três milhões. Sua base de usuários no mundo todo é de, atualmente, 76 milhões.

Aproveitando o ensejo, a BlackBerry anunciou a saída de Mike Lazaridis, co-fundador e co-CEO (sim, eram dois) da RIM da fundação até o ano passado. Desde que deixou o comando da empresa, hoje nas mãos de Thorsten Heins, Lazaridis vinha trabalhando no conselho. Ele sai em definitivo desejando boa sorte aos que ficam e confiante no trabalho de Thorsten. [BlackBerry via The Verge (2). Foto: Michael Kwan/Flickr]