A indústria da música está morrendo! Isso já sabemos. Mas de quem é a culpa? Shawn Fanning, criador do Napster? Os milhões de pessoas que baixam música? Músicos ruins como Soulja Boy? Não! É Steve Jobs. É o que diz Jon Bon Jovi, um cara cujas músicas eu toco no Rock Band. Eis o que ele disse à Sunday Times Magazine:

Os jovens de hoje perderam toda aquela experiência de colocar os fones de ouvido, aumentar o volume para 10, segurar na jaqueta, fechar os olhos e se perder em um álbum; e a beleza de pegar sua mesada e fazer uma decisão baseada em [segurar a] jaqueta, não em saber como é o álbum, e sim ver algumas fotos e imaginar…

Meu Deus, era uma época mágica, mágica… Odeio parecer um homem velho dizendo isto, mas mas eu sou, e marque minhas palavras, daqui a uma geração as pessoas vão dizer: “O que aconteceu?” Steve Jobs é pessoalmente responsável por matar a indústria da música.

Sim. Claro. Então você vai tomar uma atitude, certo Sr. Bon Jovi? Retirando todas as suas músicas do terrível destruidor da música chamado iTunes? Puxa, elas ainda estão lá! Bem, acho que dá pra concordar que a era da internet ajudou a criar vários momentos mágicos da música. É só perguntar pra Rebecca Black. [Sunday Times (somente para assinantes) via MSN]

Foto por David Shankbone/Flickr