Se existisse uma religião do Vale do Silício, onde se concentram as principais empresas de tecnologia do mundo, com certeza o lema seria: aprenda a programar. Uma das materializações disso são os bootcamps, cursos intensivos de programação para atrair novos adeptos. É um pouco disso que o bootcamp LeWagon quer trazer para São Paulo no próximo dia 4 de julho.

>>> Agora você pode aprender a programar com Minecraft
>>> Como aprender programação?



Durante as 9 semanas de treinamento intensivo, com sessões das 9h às 19h, as pessoas interessadas passarão pelo básico da programação, aprenderão a linguagem Ruby, engenharia de software, banco de dados, noções de front-end e mais. O último módulo consiste em trabalhar em um projeto — que pode se tornar um produto de verdade, como já aconteceu em edições passadas.

Os termos podem parecer estranhos para quem não tem noção de programação, mas essa é um pouco a ideia do bootcamp, como explicou Mathieu Le Roux, cofundador do Le Wagon Brasil, ao Gizmodo Brasil:

“O programa foi desenhado para quem nunca programou na vida. O principal requisito é motivação e coragem, porque é muita informação em pouco tempo e tem momentos desafiadores mesmo, igual às primeiras semanas de aprendizagem de um idioma.”

Apesar de não ser requisito ter conhecimento, o curso pede que os interessados façam um curso online de Ruby e que entendam inglês — os professores falam português, mas boa parte dos materiais são em inglês. A ideia é juntar gente que queira empreender, aprender uma nova profissão (desenvolvedor web) ou até mesmo fazer trabalhos de freelancer na área.

Os organizadores dizem que, após o término do curso, os participantes estarão aptos a se inscrever em vagas na área de engenharia de software e programação. Além disso, há um efeito comunidade: os alunos passam a fazer parte de uma rede de mais de 500 empreendedores e desenvolvedores espalhados por vários países.

“Depois que nos formamos, dificilmente temos mais quatro anos para nos dedicar a algo novo. Um bootcamp coloca o participante próximo da realização de uma ideia. Conhecemos várias pessoas com boas ideias, mas que não têm capacidades técnicas para desenvolvê-las. Os bootcamps oferecem justamente isso”, ressaltou Mathieu.

O custo para participar do bootcamp é salgado e é comparado ao de uma pós-gradução. O valor total do curso intensivo é R$ 14.900 e pode ser parcelado.

Para quem quer ter uma noção da metodologia e de como serão os cursos, o Le Wagon Brasil tem organizado palestras temáticas gratuitas para os interessados. Para saber onde são e os temas, basta acessar essa página.

Criado na França em 2013, o Le Wagon já teve edições em Paris, Bruxelas, Londres, Lisboa, Beirute e Copenhague. O Brasil é o primeiro país da América do Sul a receber uma versão do bootcamp.

Serviço
Le Wagon Brasil
Duração: 9 semanas
Início: 4 de julho
Local: Plug Bkln, Av. Nova Independência, 1061 – Brooklin – São Paulo
Valor: R$ 14.900

Foto do topo por StockSnap/Pixabay