A origem do Boxee foi humilde: de um programa de media center gratuito para computadores e Apple TV, o software evoluiu para um set-top box completo com streaming de mídia para home theaters — e um bem poderoso (ainda que meio falho no fim das contas) que, veja só, é vendido no Brasil. Mas ele ainda estava à margem da principal experiência da TV. Com o Boxee TV, damos mais um passo rumo à unificação suave entre as experiências de streaming de mídia, canais de TV e armazenamento da programação.

Não é como se essa caixinha de US$ 100 fosse o primeiro dispositivo a tentar isso — o Google TV permite a você passar o sinal do cabo por ele, enquanto DVRs como o TiVO têm alguns apps. Mas o Boxee TV consegue mais com uma única peça de hardware. Quase do tamanho de dois Rokus colocados lado a lado, a traseira da unidade tem uma entrada de cabo coaxial que recebe um sinal direto de alta definição de uma antena ou pacote básico de TV a cabo, e passa ele para a TV via HDMI.

Conexões do Boxee TV.

Por cima da seção de TV está a interface do Boxee, completa com guia de canais e uma experiência meio simplificada. A Boxee diz que descobriu que os usuários se sentiam sufocados tendo muitos apps para escolher e, colocando a TV no meio, essa sensação poderia aumentar. Então eles tiraram esse aspecto do Boxee e, no novo produto, serão oferecidos apenas alguns apps de início, incluindo Netflix, Pandora, Vimeo, Vudu e YouTube. Streaming local, via wireless ou USB, continua sendo totalmente suportado.

E temos a cereja do pudim: DVR. Em vez de confiar no armazenamento local que a empresa colocou no produto ou que você espetou via cartão microSD ou pen drive, a Boxee olhou para o céu em busca de uma ajudinha. Quando você escolhe um programa para gravar no dispositivo ou na interface web da Boxee, ele não o passa para um disco rígido. Em vez disso, ele começa a codificar e enviar aquele programa para a nuvem. Estando um bom pedaço disponível, você pode começar a assisti-lo de qualquer lugar. É quase como a combinação da maioria dos benefícios de um DVR com alguns dos recursos de um SlingBox. Além disso, como a unidade é equipada com um sintonizador duplo, você pode assistir a um canal enquanto grava outro. Mas essa funcionalidade tem um preço — US$ 15 por mês, para ser exato. E embora seja um pouco salgado, ele não lhe dá direito a armazenamento ilimitado da função DVR.

Guia de TV.

Obviamente, o Boxee TV não oferece todos os benefícios de uma assinatura de TV a cabo — somente assim tantos canais podem ser entregues. Mas a Boxee acredita que ele pode ser especialmente útil para aqueles que têm (ou querem) um plano básico de TV a cabo ou usam a antena convencional. Se for o seu caso e você mora nos EUA, fique de olho: o Boxee TV será lançado dia 1º de novembro. [Boxee]

TV social.