Spot, o robô quadrúpede que inspirou um episódio da série “Black Mirror” não está mais trabalhando para os policiais de Nova York. Mas o robô da Boston Dynamics já tem um novo emprego: “cão” de guarda em uma fábrica de automóveis sul-coreana.

De acordo com um comunicado à imprensa da Hyundai Motor Group, que adquiriu a Boston Dynamics da Softbank em junho, o quadrúpede terá um papel oficial como “robô do serviço de segurança de fábrica”

A montadora anunciou esta semana que Spot está operando na fábrica da Kia na Coreia do Sul, como parte de um programa piloto.

Para monitorar e ajudar cumprir os regulamentos de segurança na fábrica, o Spot vem equipado com um vasto kit de ferramentas e recursos de alta tecnologia, que soam ligeiramente distópicos.

Sua câmera térmica integrada e o sensor 3D LiDAR (ideal para tarefas como a proteção contra colisão em veículos automáticos ou a detecção de objetos), podem detectar se uma porta está aberta ou fechada ou se há pessoas nas proximidades. Ele também sabe indicar riscos potenciais de incêndio e picos de temperatura.

Um dos recursos mais úteis do Spot é a capacidade de usar o reconhecimento de imagem com aprendizado de máquina para aprender tarefas e habilidades personalizadas, como fazer buscas, observar padrões de navegação e etc.

O robô pode navegar de forma autônoma ou ser controlado remotamente através de uma página da web, que faz uma transmissão em tempo real de seus movimentos. Dentro dessa mesma página, o Spot consegue enviar atualizações regulares para superiores sobre suas atividades e fotos de qualquer situação que encontrar no local.

Se detectar perigo ao fazer as rondas, seus sistemas dispararão automaticamente um alerta para os gerentes da fábrica. Devido ao tamanho pequeno do robô, ele pode navegar por espaços estreitos e identificar pontos cegos que podem ser difíceis de serem vistos por seus colegas humanos, explicou a Hyundai.

O papel de Spot como um robô de segurança de fábrica marca o primeiro projeto de colaboração da Hyundai com a Boston Dynamics, disse Dong Jin Hyun, chefe do laboratório de robótica da Hyundai, em um comunicado.

“O robô ajudará a detectar riscos e proteger a segurança das pessoas em locais industriais”, declarou. “Também continuaremos a criar serviços inteligentes, que detectam perigos em plantas industriais e ajudam a manter um ambiente de trabalho seguro, por meio de colaborações contínuas com a Boston Dynamics”, ressaltou Jin Hyun.

Como parte do programa piloto, o Spot realizará patrulhas de segurança noturnas na fábrica da Kia. A Hyundai terá acesso à eficácia do robô assim que sua operação de teste for concluída para determinar se deve expandir suas áreas de patrulha.

No início do ano, a empresa Boston Dynamics foi criticada por fazer parceria com o Departamento de Polícia de Nova York para colocar os chamados Digidogs em campo.

Segundo o contrato, a maioria das funções do Spot envolveria tarefas específicas, como a realização de inspeções de segurança para trabalhadores da rede ou digitalização de layouts de edifícios, para empresas interessadas em novos projetos de construção.

Assine a newsletter do Gizmodo

Porém, dado o extenso histórico de má conduta do NYPD, as pessoas estavam compreensivelmente preocupadas com a ideia de terem um exército de robôs sob comando da polícia.

A reação generalizada da população levou o NYPD a encerrar de forma discreta o vínculo com a Boston Dynamics em abril. Na época, um porta-voz da empresa disse ao New York Times que seus robôs nunca foram projetados “para serem usados ​​como armas, infligir danos ou intimidar pessoas, ou animais”.