Quem disse que os carros autônomos precisam ter cara de… carros? A XPeng, uma fabricante chinesa de veículos elétricos propôs algo muito mais divertido: um unicórnio robótico que pode te levar aonde quiser (e ainda te fazer companhia). Dá uma olhada:

O Robô Unicórnio da XPeng só precisa de um nome realmente legal (pô, Pegasus estava na ponta da língua), mas promete um futuro maravilhoso. O protótipo atual, que aparece no final do vídeo acima, mostra algumas tecnologias de inteligência artificial que a empresa pegou de seus veículos autônomos.

A companhia promete que o unicórnio terá a habilidade de reconhecer e acompanhar diferentes objetos, permitindo que ele ande por vários terrenos e ambientes — sempre mantendo uma postura alegre (que, vamos combinar, é o recurso mais importante de todos).

A Xpeng ainda diz que a inteligência artificial permitirá que o robô unicórnio possa interagir emocionalmente com qualquer um que subir nele — recurso que nem os melhores carros da Tesla têm.

Infelizmente, não há uma palavra oficial da XPeng falando sobre intenções de colocar o robô em processo de produção. Para diminuir ainda mais minhas esperanças, o protótipo só pode acomodar crianças nas costas do unicórnio.

Felizmente, o projeto ainda pode escalar. É isso o que eu espero — afinal, um futuro no qual eu não possa entrar no escritório montado em unicórnio robô é um futuro no qual eu não quero viver.

Boston Dynamics deu um empurrãozinho na ideia

Anos atrás a Boston Dynamics demonstrou o equivalente a uma mula de carga robótica chamada BigDog, que foi criado para movimentar carregamentos em terrenos que eram inacessíveis para veículos com rodas. Mas, o programa acabou sendo descartado porque o robô era muito barulhento para manobras militares, que normalmente precisam ser discretas.

A tecnologia por trás do BigDog, no entanto, ganhou sobrevida com o Spot, da Boston Dynamics, um cachorro robô que era mais ágil e silencioso. Infelizmente, o Spot era pequeno demais para você montar nele. Ele custa só US$ 745 mil.

Assine a newsletter do Gizmodo

Mas isso não quer dizer que as pessoas desistiram da ideia de criar um meio de transporte alternativo. Adam Savage (do Mythbusters), por exemplo, criou um riquixá de que o Spot poderia puxar — mas ele simplesmente não foi feito para isso. É aí que a XPeng viu a oportunidade de preencher esse vácuo.