A linha Canon G7 X tem sido uma das favoritas de fotógrafos que querem uma câmera leve e portátil para viagem e tira fotos de alta qualidade. No entanto, com a ascensão dos smartphones e o declínio de câmeras point-and-shoots, a Canon começou a considerar o público de vloggers como alvo de suas câmeras — aliás, tenho visto cada vez mais câmeras como a G7 X e a Sony RX100 como equipamentos de backup ou alternativas mais portáteis que uma câmera mirrorless ou DSLR. Até porque, ao colocar uma câmera a um gymbal ou em um GorillaPod, estes modelos são muito mais portáteis.

Então, para a nova G7 X III, parece que os influenciadores influenciaram a Canon, pois um dos maiores chamarizes do equipamento é a possibilidade de gravar vídeos na vertical sem precisar rotacionar a imagem capturada. Usando um estabilizador nativo, a G7 X III pode determinar a orientação da câmera e então incluir essa informação no metadado do clipe, o que significa que filmar na vertical para o Instagram Stories na G7 X III é tão simples como girar para o lado.

E se isso não for o suficiente para animar os visitantes da VidCon 2019 — a convenção de vlogger onde a G7 X está sendo exibida e tem preço sugerido de US$ 750 — a Canon também inseriu na câmera a possibilidade de fazer transmissão ao vivo no YouTube via Wi-Fi usando o software da companhia Image Gateway. A G7 X III também vem com entrada para microfone, caso os vloggers não estejam satisfeitos com a opção nativa, uma tela touchscreen de 3 polegadas que pode virar em até 180 graus, de modo que quem estiver gravando poderá checar o enquadramento.

No que diz respeito às especificações da G7 X III, a câmera vem com um uma sensor de polegada de 20 megapixels com CMOS (uma novidade para a Canon), o que permite que ela grave em taxas de burst (sequencial) em RAW de até 30 quadros por segundo usando seu obturador eletrônico, com uma velocidade máxima de obturador de 1/25.600 de um segundo (se você for usar o obturador mecânico da câmera, a captura burst cai para 8 quadros por segundo).

Enquanto, na parte de vídeo, a câmera G7 X III suporta gravação em 4K em até 30 quadros por segundo ou Full HD até 120 quadros por segundo. Na frente, a G7 X III vem com uma lente 8,8 – 36,8 mm f/ 1,8 a 2,8 com um zoom óptico de 4,2X, junto com um útil flash pop-up.

Outras melhorias incluem um novo modo panorama que permite que você se desloque pela paisagem enquanto segura o disparador em vez de tirar múltiplas fotos para, posteriormente, reuní-las em uma só. Além disso, vem com um novo modo de vídeo HDR, carregamento via USB-C e o modo focus bracketing que estreou na EOS-RP — a ideia com este modo é tirar múltiplas fotos de uma cena para, posteriormente, fazer ajustes de foco.

Câmera Canon G5 XII

Por fim, caso a G7 X III não for exatamente o que você está buscando, a Canon também está apresentando a G5 X II, com preço sugerido de US$ 900, que vem com o mesmo sensor de 20 megapixels, mas com um zoom óptico de 5x e um visor eletrônico ao lado do flash pop-up da câmera.

Embora possa parecer agressivo por parte da Canon ao trazer suporte a vídeos verticais, devo admitir que à esta altura, este formato não deve ser eliminado tão cedo. E ao facilitar a gravação de vídeos verticais, esperamos que não haja tantos vídeos de má qualidade enviados para o Instagram, YouTube ou outras mídias sociais. Ambas as câmeras deverão começar a ser vendidas em agosto.